OEA apóia integridade territorial da Bolívia mas não condena plebiscito

Washington, 3 mai (EFE).- A Organização dos Estados Americanos (OEA) expressou hoje seu respaldo à integridade territorial da Bolívia, e defendeu o dialogo para resolver o conflito gerado pelo plebiscito sobre autonomias regionais que acontecerá no próximo domingo no departamento de Santa Cruz.

EFE |

A resolução, adotada na madrugada de hoje, após sete horas de negociações, não inclui a rejeição ou a condenação da convocação do plebiscito, como pedia o Governo de Evo Morales.

No texto, a OEA expressa seu respaldo ao Governo boliviano, assim como às instituições democráticas e às autoridades eleitas, e pede que o Executivo e as autoridades de Santa Cruz "esgotem todas as instâncias de dialogo, para encontrar uma saída constitucional e democrática ao conflito".

O documento foi adotado por aclamação, depois de o secretário de Assuntos Políticos da OEA, o ex-chanceler argentino Dante Caputo, manifestar seu temor de que a crise na Bolívia possa acabar em violência. EFE ojl/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG