OEA adia sessão extraordinária sobre crise em Honduras para semana que vem

Washington, 31 jul (EFE).- A Organização dos Estados Americanos (OEA) adiou para a semana que vem a sessão extraordinária que ia realizar hoje sobre a crise em Honduras, embora os 33 países-membros tenham se reunido em particular para avaliar a situação no país.

EFE |

A OEA informou, em comunicado, que a nova reunião está prevista para a segunda-feira ou para a terça-feira no mesmo horário, às 17h, no horário de Brasília.

A reunião realizada de manhã a portas fechadas se estendeu até as 15h, no horário de Brasília e, por isso, os embaixadores da OEA decidiram retomar o debate na semana que vem.

A OEA, liderada pelo secretário geral, José Miguel Insulza, estuda aumentar a pressão sobre o novo Governo de Roberto Micheletti, segundo disse o próprio diplomata chileno recentemente, em entrevista coletiva em Washington.

No entanto, está ao mesmo tempo à espera de uma resposta definitiva das partes ao chamado Acordo de San José, promovido pelo presidente da Costa Rica, Óscar Arias, que media a crise. EFE cai/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG