Washington, 27 mai (EFE).- A Organização dos Estados Americanos (OEA) adiou hoje, por falta de consenso, a decisão que tomaria sobre o fim do veto imposto a Cuba em 1962, e, ao mesmo tempo, criou um grupo de trabalho para que este tente a obtenção de um acordo antes da Assembleia Geral da entidade.

O presidente do Conselho Permanente da OEA, o canadense Graeme Clark, convocou os 34 países-membros da organização para a primeira reunião do grupo de trabalho, que acontecerá amanhã, às 11h (de Brasília). EFE ca/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.