Odyssey chega a acordo com Grã-Bretanha em disputa por tesouro de navio de guerra

A empresa norte-americana Odyssey chegou a um acordo com o governo da Grã-Bretanha para pôr fim a uma disputa judicial pelo tesouro de um antigo navio de guerra britânico encontrado no Canal da Mancha, anunciou nesta sexta-feira a companhia.

AFP |

A empresa de busca de tesouros norte-americana encontrou em 2008 o local do naufrágio do navio "HMS Victory" da Marinha britânica e dois de seus vários canhões de bronze, e apresentou em um tribunal federal norte-americano em Tampa (Flórida) um recurso para que fossem reconhecidos os seus direitos sobre a descoberta.

A Odyssey informou que chegou a um acordo com o governo britânico no qual cobrará uma compensação de 80% do valor da descoberta.

As duas partes concordaram com uma avaliação aproximada em 200.000 dólares para os dois antigos canhões, pelos quais a Odyssey receberá um pagamento de 160.000 dólares.

O "HMS Victory" afundou frente à costa britânica no Canal da Mancha em 1744 devido a uma tempestade enquanto retornava da Espanha. As 1.150 pessoas que estavam a bordo do navio morreram.

Trata-se de um barco de grande importância para a história da Grã-Bretanha.

Segundo a tradição na Marinha britânica, o barco que o sucedeu em 1765 ganhou seu mesmo nome, e a bordo deste, o almirante Nelson ganhou a batalha de Trafalgar em 1805.

"Assim que o navio foi identificado como o HMS Victory da Marinha Real do Reino Unido, nós reconhecemos a posição do governo britânico para que a embarcação não fosse abandonada". Portanto, seus pertences e tesouros "são propriedade do governo de sua Majestade", disse Melinda MacConnel, vice-presidente da Odyssey.

A empresa norte-americana, com sede em Tampa (Florida), mantém uma disputa com a Espanha depois de ter descoberto em 2007, ao sul de Portugal, um galeão espanhol naufragado com um dos maiores tesouros submarinos da história: 500.000 peças de prata e centenas de objetos de ouro.

jco/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG