Ocidente impediu investigação do Holocausto, diz Ahmadinejad

Teerã, 27 jan (EFE).- O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, voltou a criticar a postura sobre o Holocausto no Ocidente, acusado de impedir uma investigação histórica por interesses políticos.

EFE |

Em carta divulgada hoje pela emissora iraniana "PressTV", Ahmadinejad assinalou que "durante 60 anos, os países ocidentais bloquearam qualquer investigação sobre o Holocausto para manter sua dominação sobre outras nações".

Desde que em 2005 assumiu a Presidência do país, Ahmadinejad criticou com insistência o apoio das nações ocidentais a Israel, expressou dúvidas sobre o Holocausto e afirmou em diversas ocasiões que o Estado judeu "está próximo de seu desaparecimento". EFE jm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG