Madri, 22 mai (EFE).- O secretário-geral da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), o mexicano Ángel Gurría, disse hoje que a transparência e coragem mostradas pelo México ao expor ao mundo a epidemia de gripe suína evitaram muitas mortes.

Em um encontro organizado pelo Fórum da Nova Economia, em Madri, Gurría disse que a reação do México permitiu que o mundo "aumentasse os níveis de alerta e se preparasse, evitando muitas infecções e muitas mortes".

"É preciso reconhecer e agradecer aos mexicanos por isso", disse o secretário-geral da OCDE.

Gurría voltou a criticar as "atitudes extremas, pouco reflexivas e pouco justas" adotadas por causa da gripe suína.

O secretário-geral se refere à decisão da Rússia e da China de bloquear as importações de carne suína e derivados, apesar de a grande maioria dos especialistas assegurar que o vírus não é contraído através do consumo desses produtos.

No entanto, o secretário-geral da OCDE disse que agora já se começa a ver este assunto de forma "mais científica, mais ordenada, mais solidária, mais cooperante".

Na opinião de Gurría, "o menor dos problemas em poucas semanas será o México".

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE bal-eco/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.