Pelo menos 98 representantes internacionais, procedentes de 25 países, acompanharão o referendo sobre uma emenda constitucional, em 15 de fevereiro, na Venezuela, informou a presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena, nesta sexta-feira.

"Temos 98 acompanhantes internacionais (...) São observadores, acompanhantes como sempre", disse Lucena.

Entre os convidados pelo CNE, estão representantes de órgãos eleitorais da América Latina, deputados do Parlamento Europeu e pesquisadores de universidades européias.

"Vamos percorrer as seções eleitorais, vamos nos encontrar com diferentes Poderes públicos, mas também vamos percorrer os bairros, vamos falar com as pessoas. Somos acompanhantes neutros, não estamos nem de um lado, nem de outro", afirmou Marco Consolo, do partido italiano Refundação Comunista.

Os observadores vão acompanhar o processo, mas não vão elaborar um relatório técnico conjunto sobre o referendo.

rsr/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.