Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Observadores da UE trabalharão pelo retorno de refugiados da Geórgia

Tbilisi, 24 set (EFE).- O chefe da missão da União Européia (UE), Hansjörg Haber, afirmou hoje que os observadores civis enviados à Geórgia farão todo o possível para o retorno dos refugiados a seus lares.

EFE |

"A missão cooperará ativamente com as autoridades locais e fará todo o possível para garantir o oportuno retorno dos refugiados para suas casas", declarou Haber, citado pela TV georgiana.

O diplomata alemão ressaltou que a missão comunitária é civil, por isto "os observadores não irão armados", após visitar a cidade georgiana de Gori, próxima da região separatista da Ossétia do Sul, para concretizar as rotas pelas quais patrulharão os observadores da UE.

"Entre a UE e a Rússia existe um acordo segundo o qual a Rússia deve retirar suas tropas da Geórgia antes do dia 10 de outubro, e todas as partes devem colaborar com os observadores europeus para que possam cumprir eficazmente a missão", disse.

Os primeiros observadores da UE chegaram ontem à Geórgia para assumirem o controle da região de segurança que separa o território administrado por Tbilisi das regiões separatistas da Abkházia e da Ossétia do Sul.

"Esperamos que os outros observadores cheguem à Geórgia antes do final da semana", declarou à Agência Efe o estoniano Yuri Laars, porta-voz da missão. EFE mv/fal

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG