Observadores da OSCE são detidos na Ossétia do Sul

Tbilisi, 21 abr (EFE).- Vários observadores da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) foram detidos hoje na Ossétia do Sul, informaram fontes do Governo dessa região separatista georgiana.

EFE |

Os observadores foram detidos por "atravessar ilegalmente" a fronteira entre a Geórgia e a Ossétia do Sul, disse à Agência Efe o ministro de Assuntos Exteriores, Murad Dzhioyev, quem não pôde precisar o número de retidos.

Acrescentou que, após cumprir as formalidades do caso, os observadores da OSCE, que foram transferidos a Tskhinvali, a capital da Ossétia do Sul, serão expulsos do território da região separatista.

"As ações dos observadores da OSCE têm caráter provocativo", disse o presidente da Ossétia do Sul, Eduard Kokoiti, citado pela agência russa "Interfax".

Este não é o primeiro incidente ocorrido com observadores da OSCE na zona do conflito entre Geórgia e Ossétia do Sul: em fevereiro, foram detidos dois membros da missão deste organismo.

A Ossétia do Sul foi palco entre 8 e 12 de agosto do ano passado de um guerra entre Geórgia e Rússia.

Em 26 de agosto desse mesmo ano, Moscou reconheceu a independência da Ossétia do Sul e a da também separatista Abkházia.

EFE mv/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG