Obra restaurada de Rafael será exibida na Itália

Após dez anos de restauração, uma das obras-primas do pintor italiano Rafael voltará a ser exibida em uma galeria em Florença. Para resgatar contornos e cores originais da Madonna del Cardellino, restauradores usaram técnicas cirúrgicas como raios-X e tomografias computadorizadas.

BBC Brasil |

A restauradora responsável pelo trabalho conta que o grande desafio foi diferenciar a restauração que já havia sido feita da obra original.

"A dificuldade com essa pintura era que ela já tinha passado por uma restauração pouco tempo depois que foi pintada", diz Patrizia Riitano.

"Isso me causou grandes problemas do ponto de vista técnico porque tinha que ter muito cuidado na hora de usar os solventes para não danificar o original", acrescentou.

A obra mostra a Virgem Maria com duas crianças que simbolizam o menino Jesus e João Batista. Um canário, pássaro que consegue se alimentar de espinhos, representa a Paixão de Cristo.

Rafael pintou a Madonna del Cardellino em 1506 e deu a obra de presente a Lorenzo Nasi, um rico comerciante de lã.

Trinta anos depois, a casa do comerciante desabou, e a obra renascentista se partiu em 17 pedaços.

Um outro pintor utilizou pregos para reunir os fragmentos e pintou por cima para tentar esconder as fissuras.

Desde então, a obra-prima sobreviveu à ação do tempo e a restaurações mal-sucedidas.

No mês que vem, a obra será exposta no Palácio Medici, em Florença, e depois volta para a Galeria Uffizi, de onde saiu há uma década.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG