Um quadro do artista plástico francês Edgar Degas foi roubado de um museu na cidade de Marselha, no sul da França. Os funcionários do Museu Catini sentiram falta da obra Les Choristes quando abriram o museu nesta quinta-feira.

Segundo o Procurador de Marselha, Jacquet Dallest, não há sinais de violação no museu.

A polícia francesa disse, inicialmente, que o quadro valeria 30 milhões de euros (R$ 74 mi), mas posteriormente o Serviço Nacional de Museus afirmou que a obra é avaliada em 800 mil euros (R$ 2 mi).

O quadro havia sido emprestado do renomado Museu D'Orsay, de Paris, como parte de uma exposição de Degas que terminaria no dia 3 de janeiro e partiria para Itália e para o Canadá.

Investigação
O Museu Catini permanecerá fechado enquanto o roubo está sendo investigado.

Segundo o correspondente da BBC em Paris Hugh Schofield, a equipe responsável pela investigação está examinando as imagens do circuito interno de televisão do museu para encontrar mais pistas sobre o responsável.

A polícia afirma que é possível que algum visitante tenha se escondido dentro do museu após o fechamento do local para realizar o roubo ou ainda que o ladrão tenha sido ajudado por algum funcionário do museu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.