Obama viajará de trem para cerimônia de posse em Washington

Washington, 15 dez (EFE).- O chefe de Estado e vice-presidente eleitos americanos, Barack Obama e Joe Biden, viajarão, junto com suas respectivas famílias, a Washington de trem para participar da cerimônia de posse no próximo dia 20 de janeiro.

EFE |

Segundo anunciou hoje o Comitê de Posse Presidencial, os futuros líderes e suas famílias pararão durante sua viagem na Filadélfia, em Wilmington e em Baltimore para participar de diversos atos.

O diretor-executivo do comitê, Emmett Beliveau, afirmou que o objetivo da viagem e das paradas é permitir que "participe o maior número possível de americanos que Obama gostaria que fossem a Washington, mas que não podem ir" à cerimônia de posse.

A viagem durará um dia inteiro e começará na Filadélfia, onde Obama e sua família participarão de um ato antes de pegar o trem para Wilmington.

Em Wilmington, se unirão à família Biden, que reside nessa cidade no estado de Delaware, e todos juntos continuarão rumo a Baltimore, a última parada antes de chegar a Washington.

As cidades foram escolhidas por sua relação com a história dos EUA.

Em sua chegada a Washington começarão quatro dias de celebrações, que culminarão com a cerimônia de posse no dia 20, um ato para o qual se espera que vão a Washington cerca de cinco milhões de pessoas.

A viagem de trem representa um novo flerte de Obama com Abraham Lincoln. O ex-presidente americano também foi dessa forma a Washington para sua posse e parou para um discurso na Filadélfia, em 1861.

O trajeto de Obama será menos duro que o de Lincoln, que precisou de várias semanas para chegar à capital americana.

Em parte, a viagem representa também uma influência de Biden, que durante seus 36 anos como senador pegou o trem para fazer o trajeto entre Wilmington e Washington. EFE mv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG