WEST PALM BEACH, EUA (Reuters) - O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, vai deixar a campanha esta semana para visitar a avó doente no Havaí, informou um assessor na segunda-feira. Recentemente a avó dele adoeceu e nas últimas semanas a saúde dela piorou a ponto de seu estado ser bastante sério, disse o assessor de Obama Robert Gibbs.

Madelyn Dunham, que completará 86 anos neste domingo, ajudou a criar Obama junto com a mãe do democrata, Ann Dunham, e o avô Stanley Dunham.

Gibbs não informou a natureza da doença da avó de Obama.

O candidato cancelou eventos em Madison, Wisconsin e Des Moines e Iowa, todos programados para esta quinta-feira. Ele cumpre agenda em Indianápolis e Indiana ainda na quinta-feira e depois viaja para o Havaí para visitar sua avó.

Obama deve retornar para campanha no sábado, segundo Gibbs.

Obama geralmente faz referências à sua avó em seus discursos de campanha, contando que ela trabalhou na montagem de bombas durante a 2a Guerra Mundial. Depois, Madelyn Dunham trabalhou como secretária em um banco, sendo promovida a vice-presidente mais tarde. Ela ajudou a colocar Obama na escola particular no Havaí.

"A avó do senador Obama, Madelyn Dunham, sempre foi umas das pessoas importantes da vida dele", afirmou Gibbs em comunicado. "Juntamente com a sua mãe e seu avô, ela o criou no Havaí desde o seu nascimento até a faculdade. É como ele disse na Convenção Democrata, ela dedicou tudo que tinha a ele".

A campanha de Obama informou que sua esposa, Michelle, irá representá-lo em eventos em Akron, Ohio e Columbus.

(Reportagem de Caren Bohan)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.