Um antepassado irlandês do candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, foi candidato às eleições em Dublin nos anos 1750 e foi eleito, derrotando tentativas da aristocracia para manipular os resultados, revelaram nesta quinta-feira pesquisas genealógicas.

Em 1850, o tataravô de Obama por parte de mãe, Fulmuth Kearney, emigrou da Irlanda para os Estados Unidos, indicou o gabinete de pesquisas genealógicas irlandês Eneclann, explicando que rastreou esta pista e descobriu Michael Kearney, tio avô de Obama de sexta geração.

Seguindo a história de Fulmuth Kearney, descobrimos a "história fascinante" de cinco gerações desta família Kearney, indicou o gabinete.

Segundo os resultados dessa investigação, publicados nesta quinta-feira, Michael Kearney era um importante artesão de Dublin que foi eleito mestre do grêmio de cirurgiões, barbeiros e cabeleireiros da cidade, em meados do século XVIII.

O gabinete de pesquisas, que faz parte do Trinity College, destacou que a pesquisa revelou que a aristocracia irlandesa tentou manipular as eleições para o conselho municipal de Dublin, mas que o antepassado de Obama conseguiu derrotar estas tentativas e foi eleito como representante de seu grêmio.

Se Obama vencer as próximas eleições presidenciais em novembro nos EUA, seu nome se somará à lista de presidentes americanos com antepassados irlandeses, entre eles o democrata John F. Kennedy e o republicano Ronald Reagan, destacou o gabinete de estudos.

O resumo destas pesquisas genealógicas pode ser visto no site http://www.eneclann.ie/Research/genealogy_Obama_family_history.html

ab/lm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.