Obama telefona para Lula e expressa apreço por relações entre EUA e Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou nesta segunda-feira, por volta das 18h15, para o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Na conversa, que durou cerca de 25 minutos, Obama assegurou que quer trabalhar em coordenação com Lula para reforçar a paz e a estabilidade no continente americano, e para fortalecer as relações econômicas entre os dois países.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |


Obama informou ao presidente Lula que já instruiu sua equipe econômica no sentido de coordenar-se com o Brasil para aproximar posições para a próxima cúpula do G-20.

O presidente dos EUA também disse estar interessado em dar continuidade às discussões sobre a Rodada Doha, dada a importância que ela tem no comércio mundial e no enfrentamento da crise financeira.

Durante a conversa, o presidente Lula elencou os principais temas que, na sua avaliação, devem ser prioritários nas conversas entre os dois países: a paz mundial, as relações dos EUA com a América Latina, as relações com a África, o G-20, as mudanças climatricas e os biocombustíveis.

Lula parabenizou Obama por sua posse e sublinhou que sua vitória nas eleições presidenciais pode influenciar positivamente a imagem que o mundo e em particular a América Latina tem dos EUA. Ele convidou Obama a vir ao Brasil quando quiser, e o presidente americano, por sua vez, expressou o desejo de vir ao país e encontrar Lula.

As informações sobre a conversa foram dadas pelo porta-voz da presidência da República, Marcelo Baumbach. Segundo ele, na noite desta segunda o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, falaria por telefone com a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton.

Leia mais sobre: Barack Obama

    Leia tudo sobre: barack obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG