Washington, 23 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se disse escandalizado com a repressão aos manifestantes no Irã.

Numa entrevista coletiva na Casa Branca, a primeira que concede sozinho em quase dois meses, o chefe de Estado americano também expressou sua "forte condenação a estas ações injustas".

Logo depos, Obama fez questão de ressaltar que respeita a soberania iraniana e que não planeja ingerir nos assuntos internos do país. Mas "devemos ser testemunhas" das cenas que foram vistas, acrescentou. EFE mv/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.