Obama se diz preocupado com ataques ao Google na China

CLEVELAND, EUA (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, continua preocupado com os ataques ao Google na China, que levaram a empresa a ameaçar sair do país, informou a Casa Branca nesta sexta-feira. O porta-voz da Casa Branca, Bill Burton, deixou claro que Obama concordou com a secretária de Estado, Hillary Clinton, que disse na quinta-feira que países ou indivíduos que perpetrarem ataques cibernéticos devem encarar consequências e a condenação internacional.

Reuters |

"Tudo o que esperamos da China são respostas", disse Burton a jornalistas em viagem com Obama ao Estado norte-americano de Ohio.

Ele disse ainda que Obama "continua preocupado com as falhas na segurança do site", pelas quais o Google culpou a China.

(Reportagem de Alister Bull)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG