Obama sanciona mudanças na reforma da saúde e defende projeto

Por Alister Bull e Patricia Zengerle ALEXANDRIA/WASHINGTON, Estados Unidos, 30 de março (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez nesta terça-feira uma nova investida para superar o ceticismo da opinião pública quanto à reforma da saúde, que ele qualificou como uma vitória sobre os interesses especiais em benefício da classe média.

Reuters |

"Este dia afirma nossa capacidade de superar os desafios da nossa política e atender aos desafios da nossa época", disse Obama a uma audiência universitária nos arredores de Washington, onde sancionou um pacote de emendas à reforma, aprovado na semana passada no Congresso junto a alterações nos programas de crédito educacional.

Em seu pronunciamento, Obama elogiou também a "coragem" dos parlamentares que votaram pela reforma, negociada ao longo de mais de um ano. A oposição republicana pretende usar o assunto na campanha para a eleição parlamentar de novembro, prometendo revogá-la se conquistar maioria no Congresso.

(Reportagem adicional de Matt Spetalnick e Steve Holland)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG