WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, retirou as restrições do governo norte-americano sobre grupos que oferecem serviços de aborto, revertendo uma política de seu antecessor republicano George W. Bush, informou a Casa Branca. A decisão do presidente democrata é uma vitória para os defensores dos direitos pelo aborto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.