chefão para o setor automotivo - Mundo - iG" /

Obama renuncia a designar um chefão para o setor automotivo

Washington, 16 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, descartou a designação de um chefão para comandar o resgate do setor do automóvel e optará pela criação de uma comissão especial, segundo informam hoje meios de imprensa locais.

EFE |

O secretário do Tesouro, Timothy Geithner, e o presidente do Conselho Econômico Nacional, Lawrence Summers, liderarão a nova comissão, segundo disseram "altos cargos" da Administração citados sem identificação por "The Wall Street Journal".

A decisão de Obama de renunciar à ideia de seu antecessor, George W. Bush, de nomear a um "chefão do motor" para mediar entre Governo, indústria automotiva, sindicatos e outras partes envolvidas, foi conhecida na véspera da apresentação por parte das companhias de suas propostas para a reestruturação do setor.

A Administração Bush já tinha se comprometido com a concessão de créditos de US$ 17,4 bilhões a dois dos "três grandes" fabricantes americanos de automóveis: GM e Chrysler.

Acredita-se que ambos pedirão financiamento adicional para se salvar da quebra, nos planos empresariais que deverão apresentar amanhã.

Também se especula o que o terceiro dos "grandes", a Ford, vai reivindicar que os sindicatos lhe apliquem as mesmas concessões que GM e Chrysler aceitem fazer.

O próprio Obama se reserva para si a última palavra sobre o eventual acordo para o setor, segundo um "alto funcionário" citado por "The New York Times". EFE wm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG