Obama recusa pedido de McCain para adiar debate

CLEARWATER, Estados Unidos (Reuters) - O democrata Barack Obama disse nesta quarta-feira que gostaria de manter o debate presidencial marcado para sexta-feira, apesar do pedido de seu rival na disputa pela Casa Branca, o republicano John McCain, por um adiamento. Obama fez o pronunciamento pouco tempo depois de McCain, senador por Arizona, dizer que o debate deveria ser adiado. McCain afirmou que suspenderia sua campanha para trabalhar por um acordo entre legisladores por um pacote de 700 bilhões de dólares para resolver a pior crise financeira dos EUA depois da Grande Depressão.

Reuters |

Obama chegou à Flórida na terça-feira para uma preparação de três dias antes do debate da sexta-feira, cujo tema será a política externa.

(Reportagem de Deborah Charles)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG