Bailarina Alicia Alonso, 90 anos, pediu para líder americano trazer consigo cinco cubanos presos nos EUA acusados de espionagem

O presidente americano, Barack Obama, recebeu um convite inesperado para visitar Cuba. Nesta quarta-feira, a famosa bailarina e coreógrafa Alicia Alonso, de 90 anos, implorou para que o presidente americano trouxesse cinco agentes cubanos que estão presos nos Estados Unidos há mais de uma década.

“Quero convidar o presidente dos Estados Unidos para vir a Cuba com sua mulher e suas adoráveis filhas”, disse Alicia Alonso, ao pedir a libertação dos agentes, acusados de espionagem para o governo cubano.

Oficiais da Casa Branca não confirmaram o convite feito para Obama.

Os agentes cubanos, conhecidos na ilha como “os cinco heróis”, teriam sido enviados para Miami para se infiltrar em grupos exilados contrários ao regime de Fidel.

Gerardo Hernández, Fernando González, Ramón Labañino, Antonio Guerrero e René González, que Cuba considera "herois antiterroristas", foram detidos em 12 de setembro de 1998 e condenados em 2001 a penas de 15 anos a duas prisões perpétuas.

O convite é feito depois de uma semana de campanha internacional em que estrelas de Hollywood como Sean Penn e Benicio del Toro pediram para Obama dar um passo adiante e libertar os cinco cubanos presos nos Estados Unidos.

Cuba reconhece que os cinco trabalhavam como agentes, mas garantem que vigiavam os grupos anticastristas na Flórida e nega qualquer envolvimento em espionagem ou ameaça à segurança dos Estados Unidos.

*Com AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.