Ele acenou para a gente. O presidente Obama nos cumprimentou, exclamou uma mulher, refletindo o entusiasmo da multidão que enfrentou a neve para poder ver o presidente americano durante sua primeira visita ao exterior.

Milhares de pessoas se aglomeraram diante do parlamento d'Ottawa, único lugar onde poderiam, pelo menos, dar uma olhada no primeiro presidente negro da história americana, durante sua visita de algumas horas .

A aproximação do cortejo presidencial foi acolhida com exclamações.

Ouvindo os aplausos, Obama propôs ao primeiro-ministro Stephen Harper de saudar a multidão. Os dois homens apareceram durante alguns instantes, protegidos, no entanto, por um vidro blindado instalado para a ocasião.

O calor da acolhida contrastava com as manifestações que marcaram a visita do presidente George W. Bush a Ottawa no final de 2004.

Na esplanada coberta de neve diante do parlamento, crianças faziam enormes bolas nas quais subiam para ver melhor o presidente americano.

"Bem-vindo Obama" proclamavam numeros cartazes, ou "Yes, oui CANada" em alusão ao slogan da campanha do presidente americano "Yes we can". "Depois de Deus vem Obama" dizia um outro cartaz. "Obama, é um irmão, um amigo. Deus o enviou para uma missão", dizia uma mulher que concedida entrevista a uma rede de televisão.

Medidas de segurança sem precedentes foram postas em prática, apesar do que foi registrado um pequeno incidente: um jovem foi interpelado por ter tentado pular uma barreira.

ps/jl/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.