O presidente Barack Obama, confrontado com um crescente déficit orçamentário, realizará nesta segunda-feira sua primeira reunião de gabinete completo. Ele pediu aos secretários planos específicos para reduzir gastos, segundo informou no sábado passado, em seu programa de rádio semanal.

"Apesar de observarmos sinais animadores sobre a estabilização de nossa economia, os riscos continuam sendo reais e significativos", afirmou Obama em uma entrevista publicada no domingo na revista Fortune.

"A história demonstrou em repetidas ocasiões que, quando as nações não tomam medidas agressivas para incentivar o crédito, se encontram numa crise que dura vários anos ao invés de vários meses", acrescentou.

O anúncio acontece depois que o Gabinete de Orçamento do Congresso (CBO) previu no mês passado que o déficit orçamentário poderá alcançar 1,845 trilhão de dólares em todo o ano, baseado no plano orçamentário de 3,5 trilhões de dólares de Obama aprovado pelo Congresso no início do mês.

mk/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.