Obama quer iniciar reforma do sistema migratório ainda este ano

Washington, 9 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, planeja iniciar ainda este ano a reforma do sistema migratório do país, o que incluiria a busca de meios para legalizar os imigrantes em situação irregular.

EFE |

"Ele planeja começar o debate este ano", disse a diretora de Assuntos Intergovernamentais da Casa Branca, Cecilia Muñoz, em declarações publicadas hoje pelo jornal "The New York Times".

Segundo a publicação, Obama planeja falar publicamente sobre o assunto ainda em maio e reunir grupos de trabalho em meados do ano para analisar a possível aprovação de uma legislação para o último trimestre.

Funcionários da Casa Branca afirmaram ao "Times" que as mudanças no sistema migratório não passarão por cima das reformas do sistema de saúde e a nova política energética, assuntos definidos como prioritários pelo presidente dos EUA.

Durante a campanha eleitoral, Obama disse que uma das prioridades de seu primeiro ano de mandato seria a aprovação de uma legislação que permita a legalização dos aproximadamente 12 milhões de imigrantes em situação irregular no país.

Ainda de acordo com o "Times", a crise econômica pode tornar a reforma migratória um tema delicado em um ano considerado bastante difícil para a Casa Branca.

Luis Miranda, porta-voz do Governo, confirmou à Agência Efe a intenção de mexer nas leis migratórias, mas que a economia é a prioridade do presidente.

A oposição à reforma, formada em sua maioria por republicanos, tentará mobilizar a população contra qualquer tentativa de legalizar a situação de imigrantes ilegais com tantos americanos desempregados.

Entre os democratas, segundo o "Times", também existe o temor de que as discussões sobre o assunto prejudiquem a agenda doméstica do Governo.

No mês passado, o próprio Obama reconheceu que a imigração é um tema bastante polêmico. "Sei que as pessoas se irritam muito, mas estes imigrantes precisam de algum mecanismo que lhes permita sair da sombra", afirmou. EFE tb/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG