direta com Irã, apesar de discurso anti-israelense - Mundo - iG" /

Obama quer diplomacia direta com Irã, apesar de discurso anti-israelense

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reafirmou nesta terça-feira que pretende manter uma diplomacia firme e direta com o Irã, destacando que o líder iraniano, Mahmud Ahmadinejad, que fez um discurso anti-israelense na Conferência da ONU sobre Racismo, não tem o monopólio do poder em seu país.

AFP |

Após receber o rei Abdullah II da Jordânia, em Washington, Obama qualificou o discurso do presidente iraniano na conferência da ONU de "vergonhoso" e algo que "prejudica a posição iraniana no mundo", mas destacou que "vamos prosseguir com nossos esforços reconhecendo a necessidade de uma diplomacia direta e firme, sem descartar toda uma série de opções".

"Quando disse durante a campanha e quando repeti depois da eleição que quando falávamos de diálogo com o Irã era sério, não estava mentindo", destacou o presidente americano.

Na segunda-feira, Ahmadinejad criticou a criação do Estado de Israel, que privou "de terras uma nação inteira sob o pretexto do sofrimento judeu", ao discursar na Conferência da ONU sobre o Racismo, em Genebra.

O presidente iraniano acusou ainda os Aliados da Segunda Guerra Mundial pelo "envio de emigrantes da Europa, Estados Unidos e do mundo do Holocausto para estabelecer um governo racista na Palestina ocupada".

col/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG