Obama propõe aumento em contingente do Exército dos EUA em 2010

Washington, 13 ago (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, propôs hoje ao Congresso um aumento temporário dos contingentes do Exército americano, a partir do ano que vem.

EFE |

Em carta dirigida à presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, Obama manifestou que esse aumento no Exército seria de 22 mil membros, incluindo 15 mil tropas.

Atualmente, o Exército, que como todos os braços das Forças Armadas dos EUA conta com recrutamento voluntário, tem pouco mais de meio milhão de soldados.

"Este aumento permitirá aos comandantes militares reduzirem a pressão sobre as forças e aumentarem o tempo que seus soldados permanecem em casa entre uma e outra missão", afirmou a carta.

O presidente indicou que os oito anos de operações de combate nos conflitos no Iraque e Afeganistão "foram uma dura carga" para os soldados e suas famílias.

Acrescentou que o aumento do Exército para 562.400 tropas em 2010 reduzirá as pressões sobre os soldados e suas famílias.

Obama pediu que o Congresso altere o orçamento fiscal do Departamento de Defesa para 2010.

As emendas serão atendidas através da resignação de aproximadamente US$ 1 bilhão de outras operações de menor prioridade, afirmou. EFE ojl/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG