Obama promete terminar trabalho em Nova Orleans

"Meu governo está com vocês, e lutará com vocês até que o trabalho tenha terminado", disse o presidente dos EUA

iG São Paulo |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu neste domingo que seu governo vai terminar a reconstrução da cidade de Nova Orleans, devastada pelo furacão Katrina há cinco anos.

O presidente encerrou suas férias com uma viagem a cidade onde fez um discurso na Universidade Xavier, cujas instalações ficaram destruídas pelas águas e se tornou um dos exemplos de perseverança da cidade.

"Queria vir até aqui para dizer à população desta cidade diretamente: meu governo está com vocês, e lutará com vocês até que o trabalho tenha terminado", destacou o presidente em Nova Orleans.

Reuters
Obama em discurso em Nova Orleans
Antes, o presidente aproveitou para visitar negócios locais e desfrutar com sua família de um "po'boy", sanduíches tradicionais na região.

O restaurante onde almoçou ficou dois metros debaixo d'água quando o impacto do Katrina fez com que se rompessem os diques de contenção e alagasse a cidade.

No desastre morreram 1.800 pessoas, 180 mil casas e edifícios ficaram destruídos, e foram registrados prejuízos de mais de US$ 75 bilhões.

Cinco anos depois, e apesar do impacto que teve o recente vazamento de petróleo no Golfo do México, Nova Orleans recuperou pouco a pouco o pulso econômico e voltou a ser o principal destino turístico dos americanos.

Em seu discurso em Xavier, e diante de um auditório cheio de estudantes e moradores locais, Obama lembrou a série de eventos que agravaram a catástrofe, entre eles o "vergonhoso mal funcionamento" do Governo da época, presidido por George W. Bush, que demorou dias para tomar uma atitude, deixando "um grande número de homens, mulheres e crianças sozinhos e abandonados".

Na mesma linha, o prefeito da cidade, Mitch Landrieu, se pronunciou hoje em um programa de televisão e se queixou da falta de ajuda governamental após a catástrofe que atingiu a cidade, que segue necessitando de fundos federais para se recuperar.

"É um fato inegável que o ocorrido há cinco anos não foi uma catástrofe natural, foi causada por erros humanos, por falhas nos diques", disse o prefeito à "NBC".

Acrescentou que "o Governo federal era o responsável pelo desenho e construção das comportas, por isso deve ser responsável pela reconstrução e por pagar o prejuízo".

Por outro lado, Obama quis passar uma mensagem diferente aos cidadãos, ao lembrar os programas de ajuda iniciados no seu Governo e assegurar que lutará com eles até que "o trabalho de reconstrução esteja finalizado".

O presidente explicou que depois do panorama desolador deixado pelo Katrina, Nova Orleans podia ter se transformado em um "símbolo de destruição e deterioração", mas se transformou em um "símbolo de resistência, de sentido comunitário, e da responsabilidade de se ajudar uns aos outros".

Agora, disse, Nova Orleans é "uma das cidades que cresce mais rápido nos Estados Unidos", com uma grande proliferação de pequenos negócios. Mas lembrou que ainda existe muito trabalho a ser feito.

A cidade segue padecendo com os altos índices de pobreza e criminalidade, e a administração sofre os efeitos da "corrupção e ineficiência", afirmou.

Para lutar contra estes obstáculos, Obama assegurou que seu Governo realizou novos investimentos para melhorar o sistema educacional e sanitário da região, e estabeleceu uma intensa colaboração com as autoridades locais para reduzir a violência.

Além disso, para evitar a ameaça de novas inundações, o Governo trabalha em um novo sistema de diques que protegerá a cidade de novas inundações.

"Juntos trabalharemos para que o legado do ocorrido após o Katrina não seja o abandono nem a indiferença, mas a ação, a empatia e o trabalho de uma comunidade que luta junta para enfrentar os desafios", disse Obama.

*com informações da EFE e AFP

    Leia tudo sobre: obamakatrinanova orleans

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG