Obama promete matar Bin Laden, inclusive no Paquistão

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, voltou a afirmar que atacaria o Paquistão para liqüidar Osama Bin Laden, durante o segundo debate para as eleições de novembro, realizado na noite desta terça-feira, em Nashville.

AFP |

"Se tivermos Osama bin Laden em nossa mira e o governo do Paquistão for incapaz ou não estiver atento, penso que deveremos agir para eliminá-lo".

"Nós vamos matar Bin Laden. Nós vamos esmagar a Al-Qaeda, a segurança nacional será nossa maior prioridade", prometeu o senador democrata.

Diante das ameaças de Obama, o senador republicano e seu adversário nas eleições, John McCain, disse que "não se anuncia" algo como isto.

Lembrando o presidente americano Theodore Roosevelt, que citou como seu maior ídolo, McCain disse que um comandante-em-chefe deve "andar calmamente, falar com tranqüilidade, e carregar um grande cacete".

"O senador Obama fala muito", destacou McCain, estimando que esta estratégia do candidato democrata não vai angariar aliados no Paquistão.

McCain destacou que é preciso "coordenar esforços" em torno da campanha militar no Afeganistão contra a Al-Qaeda e os talibãs, e que ninguém consegue isto ameaçando seus aliados.

"Eu não vou ficar avisando sobre meus ataques, mas é o que ele (Obama) faz".

afp/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG