Obama promete impulsionar reforma na educação

WASHINGTON (Reuters) - O presidente Barack Obama, que já luta com reformas na saúde e no sistema financeiro, disse neste sábado estar prestes a impulsionar uma grande reforma na educação nos Estados Unidos. Obama disse que irá enviar um esboço para o Congresso na segunda-feira para atualizar os ensinos elementar e básico do país, em um esforço para melhorar os padrões e refazer a lei Nenhuma Criança Para Trás de seu antecessor George W. Bush, que expirou.

Reuters |

Obama adiou uma viagem à Ásia para arrebanhar apoio para um último empurrão na reforma do sistema de saúde, e também vem incentivando legisladores democratas a promover uma alteração radical na regulação financeira dos EUA para tornar a economia mais segura.

Reconhecendo em seu programa semanal que o país enfrenta muitos desafios, Obama afirmou que melhorar a educação é vital para garantir um êxito mais abrangente no país.

"Como nação, estamos comprometidos em muitas iniciativas importantes: melhorar a economia, reformar o sistema de saúde, encorajar a inovação no setor energético e outras indústrias de ponta no século 21," disse.

"Mas nosso sucesso nesses esforços --e nosso sucesso no futuro como povo-- no final das contas dependerá do que acontece muito antes," afirmou.

Estudantes norte-americanos decaíram em pesquisas de qualidade internacionais, especialmente em matemática e ciências.

Os formuladores de políticas temem que isso prejudique a competitividade dos negócios norte-americanos pelas indústrias do futuro, atrapalhando a criação de empregos e o crescimento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG