Washington, 21 mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje que cumprirá a promessa de fechar Guantánamo, apesar de o Congresso ter se negado, por enquanto, a conceder os recursos para isso, e deixou transparecer que alguns presos poderiam ser mantidos presos de forma indefinida em solo americano.

EFE cma/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.