Obama promete enfrentar os piratas somalis e responsabilizá-los por seus crimes

O presidente Barack Obama pediu nesta segunda-feira que a comunidade internacinal faça frente à pirataria e prometeu que fará cometer esse tipo de ato ser responsabilizado por seus crimes.

AFP |

Estas declarações acontecem nod ia seguinte que o capitão americano Richard Philipps foi regatado pela marinha dos Estados Unidos depois de um sequestro de cinco dias no litoral da Somália.

"Devemos continuar trabalhando com nossos sócios para prevenir futuros ataques", afirmou Obama durante uma visita ao Departamento de Transporte.

"Devemos etar preparados para enfrentá-los e devemos nos assegurar que quem comete atos de pirataria sejam responsabilizados por seus crimes", acrescentou.

O líder dos piratas somalis que tiveram sob poder por cinco dias o capitão americano de um cargueiro prometeu atacar cidadãos dos Estados Unidos para vingar a morte de três de seus homens.

"Estes americanos mentirosos mataram nossos amigos que haviam aceitado libertar o refém sem resgate, mas eu afirmo que isto levará a medidas de represália. Atacaremos em particular cidadãos americanos que viajarem em nossas águas", afirmou o chefe do grupo de piratas, Abdi Garad, na cidade costeira de Eyl, 800 km ao norte de Mogadíscio.

"Não é o fim do mundo. Vamos intensificar nossos ataques, inclusive bem longe das águas somalis. Da próxima vez que pegarmos um americano, não esperem nenhuma piedade do nosso lado", completou.

nur-fal/cn

    Leia tudo sobre: piratas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG