Obama promete aumentar pressões sobre o Irã por programa nuclear

Washington, 25 ago (EFE) - O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu hoje que, se vencer as eleições de novembro, pressionará o Irã para que desista de desenvolver armas nucleares e evitar que isso aumente as tensões com Israel. Israel enfrenta uma ameaça muito real do Irã, da mesma forma que nós. Se o Irã obtiver uma arma nuclear, isso dará (aos iranianos) uma tremenda vantagem na região para continuar financiando o Hisbolá e o Hamas, organizações terroristas, disse Obama durante uma assembléia popular em Davenport (Iowa).

EFE |

"Meu trabalho como presidente seria tentar garantir que, quanto à diplomacia, apertamos as porcas ao Irã, e que mobilizemos a comunidade internacional de forma séria contra seu programa nuclear, para aplicar sanções de modo que o Irã faça um cálculo diferente", afirmou Obama.

Ele acrescentou que os Estados Unidos devem agir com muito mais firmeza e eficácia "antes de Israel se sentir contra a parede".

Obama não quis especular sobre se Israel recebeu ou não sinal verde para responder a um ataque iraniano inclusive antes das eleições presidenciais dos EUA em novembro.

O candidato democrata respondeu assim aos rumores de que Israel poderia destruir pelo menos uma instalação nuclear no Irã por temer que o país possa desenvolver uma arma e usá-la contra o Estado judeu.

"O que não é especulação é que temos que atuar com maior firmeza e eficácia na arena internacional para conter as capacidades nucleares do Irã", prosseguiu.

O senador democrata realiza uma viagem eleitoral prévia à sua aparição na Convenção Democrata em Denver (Colorado), como parte de um esforço para conquistar os eleitores indecisos. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG