O presidente Barack Obama disse nesta terça-feira esperar que o primeiro-ministro da Austrália, Kevin Rudd, seja seu parceiro nos próximos anos, após sua primeira reunião na Casa Branca.

Rudd, que é visto como uma alma gêmea de Obama em termos políticos, destacou por sua vez que é bom poder contar de novo com os EUA para resolver os problemas econômicos do mundo e as questões relacionadas à mudança climática.

"Acredito que está fazendo um trabalho muito bom, e prevejo uma boa parceria com ele", disse o presidente americano, depois de se reunir com Rudd no Salão Oval durante mais de uma hora.

Obama também sugeriu que receberia de bom grado a prorrogação da permanência de 1.100 militares australianos enviados ao Afeganistão ou um aumento de seu número.

A questão dessa permanência é assunto de grande dificuldade para Rudd: 65% dos australianos, segundo pesquisa recentemente divulgada pelo jornal The Australian, são contra o envio de mais tropas ao Afeganistão.

col/lm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.