Obama poderá aperfeiçoar relação entre Brasil e EUA, diz Lula

Rio de Janeiro, 19 jan (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a relação entre Brasil e Estados Unidos poderá ser aperfeiçoada com o início do mandato de Barack Obama.

EFE |

Lula ressaltou a importância histórica da relação entre brasileiros e americanos, além de afirmar que Obama poderá ter um bom entendimento com o "país mais importante da América Latina".

"Vamos continuar com a boa política que temos com os EUA. Ela é histórica e eu penso que o Obama, se quiser, pode aprimorar essa relação com o Brasil. Porque se os EUA são o país mais importante do mundo, o Brasil é o país mais importante da América Latina", disse hoje em seu programa semanal de rádio.

Ao citar a interferência americana na instalação de regimes autoritários no continente na década de 60, Lula disse que os EUA vinham adotando uma "política equivocada" em relação à América Latina.

O presidente também afirmou que a relação entre Brasil e EUA poderá ser "aperfeiçoada" com Obama.

Lula disse acreditar que o novo momento político dos EUA é uma oportunidade para acabar com o bloqueio econômico a Cuba.

"É importante que Obama faça um sinal para Cuba. É importante que o bloqueio seja desobstruído para que Cuba possa ter uma vida normal como todos os países, tendo relação com todos os países", afirmou.

De acordo com Lula, os principais desafios do novo presidente dos EUA serão a crise econômica, a negociação da paz no Oriente Médio e a busca de um acordo na Rodada Doha, da Organização Mundial do Comércio (OMC).

"O dado concreto é que o acordo no Oriente Médio depende muito da política americana. Obama vai ter que dizer com muita competência se quer efetivamente a paz na região, ou não", afirmou. EFE mp/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG