Obama pode anunciar fim de restrições de viagens a Cuba

Washington, 8 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, poderia anunciar na próxima semana a suspensão permanente das restrições de viagens e remessas aos cubano-americanos, disse hoje à Agência Efe uma fonte próxima à Administração.

EFE |

"É muito possível que o anúncio seja feito na próxima semana", disse a fonte, que pediu para não ser identificada, porque não está autorizada a falar do assunto.

Essas declarações ocorrem no momento em que os principais meios de comunicação especularam que a mudança poderia ser anunciada antes que Obama participe da 5ª Cúpula das Américas, em Trinidad e Tobago, entre 17 e 19 de abril.

Em março, o líder sancionou uma lei orçamentária que relaxa as regulações para viajar e enviar remédios e alimentos a Cuba, mas esta medida não é permanente, pois deixará de estar em vigor quando começar o novo ano fiscal, em 1º de outubro.

Enquanto isso, continuam as pressões de líderes do Congresso dos EUA para que, a curto prazo, Obama suspenda as restrições, intensificadas em 2004 e, a longo prazo, seja reavaliado o embargo imposto a Cuba em 1962.

Uma delegação de sete congressistas democratas concluiu na terça-feira uma viagem de cinco dias a Cuba, na qual conseguiram se reunir com o ex-governante Fidel Castro, com o atual chefe de Estado cubano, Raúl Castro, e com representantes da sociedade civil.

A legisladora democrata Barbara Lee, que liderou a delegação, disse na terça-feira que apresentarão um relatório à Administração e insistirão em sua mensagem de que é hora de mudar a fracassada política externa dos EUA em relação a Cuba. EFE mp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG