Obama planeja ordenar o fechamento de Guantánamo em seu primeiro dia no poder

O futuro presidente Barack Obama planeja ordenar o fechamento da prisão de Guantánamo em seu primeiro dia de governo, informou nesta terça-feira o jornal New York Times, citando fontes notificadas por membros da equipe do novo governante.

AFP |

De qualquer maneira, membros da equipe de transição disseram ao Times que o fechamento das instalações poderá levar vários meses, já que será preciso transferir alguns dos 248 prisioneiros que permanecem na base para outros países e depois decidir como julgar os que continuarem presos.

Obama provavelmente ordenará o fechamento por meio de um decreto que suspenderá o sistema de comissões militares para julgar os detentos e que foi instaurado pelo governo Bush.

Por outro lado, o jornal The Washington Post informa que Obama está de acordo em assinar planos do Pentágono para enviar 30.000 novos efetivos militares ao Afeganistão, com o objetivo de ganhar tempo para revisar a estratégia do conflito.

A nova mobilização de tropas pode duplicar as atuais forças americanas no Afeganistão para 32.000.

Segundo o Post, também citando membros da equipe de Obama e funcionário do governo Bush, o objetivo não seria um aumento de contingente como no Iraque e sim ganhar tempo para ter um olhar mais fresco dos objetivos dos Estados Unidos e desenvolver uma nova estratégia no Afeganistão.

"Não temos um plano estratégico. Nunca tivemos", afirmou um alto comandante militar, sem se identificar, ao descrever a estratégia no Afeganistão sob a presidência Bush.

Segundo o Post, as linhas gerais da nova estratégia não serão conhecidas antes de abril, quando o Afeganistão e Paquistão estiverem em primeiro lugar na agenda de uma cúpula da Otan na França.

ch/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG