Obama 'perdoa' peru em cerimônia na véspera do Dia de Ação de Graças

Segunda ave que receberia indulto do presidente foge antes de cerimônia que marca tradição de livrar perus do forno

iG São Paulo |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, cumpriu a tradição nesta quarta-feira e "perdoou" um peru na Casa Branca, em uma tradicional cerimônia que acontece na véspera do Dia de Ação de Graças. De acordo com o ritual, o presidente deveria ter livrado duas aves, e não uma, de ser assada, mas uma delas fugiu antes de receber o "indulto" de Obama.

Veja o  vídeo: Obama "perdoa" perus em 2010

AP
Presidente Barack Obama, com suas filhas Sasha and Malia, perdoa Liberty, um peru de 19 semanas

Com Peace (Paz, em inglês) ausente, Obama realizou a cerimônia apenas com o outro peru, chamado Liberty (Liberdade), acompanhado de suas filhas, Malia e Sasha. Liberty recebeu o "perdão" do presidente e escapou da morte certa em uma data na qual os americanos comerão cerca de 45 milhões de perus.

O dia de Ação de Graças, celebrado na quarta quinta-feira de novembro, é para os americanos uma festa mais familiar e importante que o Natal e milhões de pessoas viajam para se reunir com seus entes queridos, além de aproveitar as grandes promoções da chamada Black Friday (sexta-feira negra).

Essa festa "é um dos piores dias do ano para ser um peru", brincou Obama no início da cerimônia, destacando que Liberty se livraria de "terminar recheado ao lado de um purê de batatas".

A ave de 19 semanas e 20 kg foi selecionada entre um grupo de 30 criadas por estudantes de Willmar, no Estado de Minnesota, o maior produtor de perus do país e agora poderá descansar nos arvoredos do luxuoso sítio do primeiro presidente dos EUA, George Washington (1789 - 1797), situado no Estado da Virgínia.

O primeiro perdão a um peru foi concedido pelo presidente John F. Kennedy (1961 - 1963), mas foi no mandato de George H. Bush (1989 - 1993) que a Casa Branca oficializou essa cerimônia prévia ao dia de Ação de Graças.

Obama, suas filhas e a primeira-dama, Michelle, levarão nesta quarta pela tarde outros dois perus a um albergue para pessoas carentes em Washington. Nessa data, "agradecemos pelo que temos. Tenhamos em mente os que têm menos", pediu o presidente, lembrando também os que não podem passar esse dia com seus familiares, especialmente os militares que estão no Iraque e no Afeganistão, e lhes agradeceu por seu "incrível serviço e devoção ao país".

Com EFE

    Leia tudo sobre: peruobamaperdãodia de ação de graçasação de graçaseua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG