Obama pede US$1,5 bi ao Congresso para resposta à gripe suína

WASHINGTON - O presidente norte-americano, Barack Obama, pediu aos líderes do Congresso uma verba adicional de US$ 1,5 bilhão nesta terça-feira para aumentar a resposta dos Estados Unidos ao surto de gripe suína.

Reuters |


"Por uma abundância de cautela, peço ao Congresso para incluir no pedido de receita suplementar do ano fiscal de 2009, que eu enviei no início deste mês, US$ 1,5 bilhão para aumentar a capacidade da nossa nação de responder à potencial disseminação deste surto", disse o presidente em carta aos líderes do Congresso.

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse que os fundos poderão ser usados na criação de um estoque de remédios antivirais, no desenvolvimento de uma vacina, no apoio à resposta da saúde pública norte-americana ao surto e na ajuda a organizações internacionais na prevenção de sua propagação.

64 casos

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) disse nesta terça-feira que foi confirmado um total de 64 casos de gripe suína no país.

O site do CDC informou que no novo total estão incluídos 10 casos na Califórnia, 2 no Kansas, 45 em Nova York, 1 em Ohio e 6 no Texas. O anúncio não incluiu um outro caso relatado por autoridades do Estado da Indiana.

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, declarou estado de emergência devido à doença. Segundo comunicado divulgado por assessores, não há "nenhum motivo sério de preocupação" até o momento, mas o governador quer "limitar a propagação da gripe suína".

Leia também:

Entenda a gripe suína:

Gripe suína no Brasil

Gripe suína e a economia

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG