Obama pede melhora no diálogo militar entre EUA e China depois de incidente naval

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta quinta-feira um maior diálogo militar com a China depois do incidente naval que envolveu ambas as forças armadas no final de semana, informou a Casa Branca depois de uma reunião entre Obama e o chanceler chinês Yang Jiechi.

AFP |

Na segunda-feira, os Estados Unidos protestaram oficialmente ante as autoridades chinesas por uma manobra considerada hostil efetuada por várias embarcações chinesas perto de um navio da Marinha dos Estados Unidos, em águas internacionais.

"Foi manobra sem escrúpulos, perigosa, não profissional", disse em entrevista à imprensa o porta-voz do Departamento de Defesa, Bryan Whitman, assinalando que o incidente ocorreu domingo no sul do Mar da China, a 120 km da ilha Hainan.

Um dos barcos chegou a se aproximar oito metros do USNS Impeccable - uma nave de vigilância americana que reúne "informação acústica submarina", acrescentou Whitman.

jit/ksh/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG