Obama pede ajuda a democratas para usar resto de plano de resgate

Washington, 13 jan (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, se reuniu hoje com os senadores democratas para pedir seu apoio ao desembolso dos fundos restantes do plano bilionário de resgate financeiro.

EFE |

Segundo vários senadores disseram após a reunião, Obama se comprometeu a corrigir nos novos pagamentos os erros cometidos no desembolso da primeira metade do dinheiro do plano.

O Congresso aprovou, em outubro passado, o plano de resgate, avaliado em cerca de US$ 700 bilhões, para ajudar o sistema financeiro.

O objetivo era devolver a confiança ao sistema e permitir que os bancos recuperassem liquidez para voltar a conceder créditos.

Até o momento, foram desembolsados cerca de US$ 300 bilhões, e Obama pediu ontem ao presidente George W. Bush que autorize o desembolso da quantia restante.

Após se reunir na última segunda-feira com o presidente mexicano, Felipe Calderón, o líder eleito se disse "decepcionado" com a falta de transparência vista até agora na aplicação do plano e prometeu impor novos mecanismos de supervisão nas futuras ações. EFE mv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG