Obama pede à UE cooperação sobre Coreia do Norte e Guantánamo

Praga, 5 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu hoje aos líderes da União Europeia (UE) sua cooperação em assuntos como a condenação ao lançamento de um foguete norte-coreano e a aceitação de presos de Guantánamo em seu território após o fechamento dessa prisão.

EFE |

Em um discurso na cúpula UE-EUA que se desenvolve em Praga, Obama disse que, em troca, Washington está disposto a cooperar com a Europa em assuntos como a luta contra a mudança climática.

O presidente americano, que disse que começa uma nova relação com a Europa, apresentou uma lista de assuntos onde busca a cooperação do continente.

Assim, pediu aos parceiros europeus sua ajuda para pressionar o Irã a renunciar a seu programa de armamento nuclear e pediu apoio em uma reação unificada da comunidade internacional contra o lançamento hoje de um foguete pela Coreia do Norte.

Abordou com eles um assunto delicado, o destino dos presos de Guantánamo após o fechamento dessa prisão no prazo de um ano, como Obama ordenou.

Alguns países da União Europeia mostraram uma cautelosa disposição a receber um pequeno número desses presos, mas pedem que os EUA também deem o exemplo.

Em seu discurso, Obama também pediu aos europeus que aceitem a Turquia como parceiro, com o argumento de que representaria um sinal positivo para o mundo muçulmano.

O Ocidente, segundo ele, deve buscar uma maior cooperação com os países islâmicos e permitir a entrada da Turquia representaria um sinal importante nesse sentido.

Essa etapa colocará fim à viagem de Obama pela Europa, sua primeira como líder americano e que também o levou a Londres, Estrasburgo (França) e Kehl (Alemanha). EFE mv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG