Obama pede a Israel que abra fronteiras de Gaza para entrada de ajuda

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta quinta-feira a Israel que abra os postos de passagem nas fronteiras de Gaza para que a região receba ajuda humanitária e o comércio possa fluir.

Redação com agências internacionais |


"O socorro deve poder chegar aos palestinos inocentes que dependem deles [ajuda humanitária e comércio]", afirmou o presidente, durante visita ao departamento de Estado americano destinada a mostrar a importância concedida à diplomacia e à unidade de pontos de vista com a secretária de Estado, Hillary Clinton, em relação ao Oriente Médio.

O novo governo contará com o ex-senador George Mitchell, 75 anos, no cargo de emissário para o Oriente Médio, que prometeu empreender "todos os esforços necessários para alcançar a paz e a estabilidade na região.

Ele admitiu que o problema no Oriente Médio é "volátil, complexo e difícil" e citou sua experiência como mediador na Irlanda do Norte, onde, segundo disse, "antigos inimigos conseguiram chegar a um acordo quase 800 anos depois".

"Para conseguir a paz no Oriente Médio, será necessário aplicar capital político, recursos econômicos e a atenção muito cuidadosa das mais altas esferas dos Governos", afirmou o ex-senador.

Nos anos 90, Mitchell foi negociador para a Irlanda do Norte durante a administração do ex-presidente americano Bill Clinton.

De pai irlandês, teve um papel discreto, mas decisivo, nas negociações de paz entre protestantes e católicos na Irlanda do Norte, protagonistas de um dos mais sangrentos conflitos do século XX, e anunciou, inclusive, o acordo da Sexta-Feira Santa.

Duramente criticado por seu silêncio durante a ofensiva de Israel, Barack Obama diz que os Estados Unidos estão "comprometidos com a segurança de Israel".

Ele disse que um esquema para "cessar-fogo duradouro" está claro. "O Hamas tem que parar com o lançamento de foguetes e Israel tem que completar a retirada de suas tropas de Gaza."

Com EFE e AFP

Leia também:


Leia mais sobre Barack Obama




    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG