O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, condenou com rigor nesta segunda-feira a prisão de manifestantes no Irã e pediu ao regime iraniano que liberte de imediato os que foram injustamente detidos.

"Os Estados Unidos se unem à comunidade internacional para condenar fortemente a violenta e injusta repressão de cidadãos iranianos inocentes", disse Obama do Havaí, onde passa as férias de final de ano.

"Pedimos a imediata libertação de todos que foram injustamente detidos no Irã".

sct/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.