Obama pede a Bush para solicitar US$ 350 bi de plano de resgate ao Congresso

Washington, 12 jan (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu hoje ao atual governante, George W.

EFE |

Bush, para solicitar ao Congresso os US$ 350 bilhões da segunda parte do plano de resgate financeiro, informou o jornal "The Wall Street Journal".

Em entrevista coletiva concedida hoje, Bush tinha destacado que só pediria o dinheiro se Obama solicitasse.

Aparentemente, o líder eleito teria feito o pedido imediatamente depois de tomar conhecimento dessas declarações.

O Governo Bush foi bastante criticado devido à utilização da primeira parte do dinheiro, também no valor de US$ 350 bilhões, e pela suposta falta de controle do programa.

O Departamento do Tesouro destinou os fundos à compra de ações nos bancos, com o objetivo de fornecer capital às instituições. Além disso, estendeu empréstimos às montadoras Chrysler e General Motors (GM).

Após a solicitação formal do dinheiro, Obama terá que ir ao Congresso "e expor as razões pelas quais acredita que os US$ 350 bilhões são necessários", assegurou Bush na entrevista coletiva.

O presidente revelou que "não está satisfeito" com a decisão de oferecer ajuda aos bancos, mas destacou que precisou abrir mão de seus princípios em favor do livre mercado em decorrência da gravidade da situação.

"Wall Street se embebedou e nós sofremos a ressaca", disse Bush, que afirmou que as medidas adotadas por seu Governo "ajudaram a descongelar o mercado de crédito, o que é o primeiro passo rumo à recuperação".

Bush afirmou que foi obrigado a atuar depois que seus assessores o informaram de que a atual crise econômica poderia ser pior que a Grande Depressão dos anos 1930. EFE cma/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG