O presidente americano, Barack Obama, afastou-se algumas centenas de quilômetros, nesta terça-feira, da agitada realidade do planeta para desfrutar uma longa conversa com os astronautas do ônibus espacial Discovery e da Estação Espacial Internacional (ISS).

"Vejo que estão pulando um pouco por aí. Estão usando algo para se apoiar (...) ou vão ficar flutuando?", brincou Obama, provocando as risadas dos alunos que haviam-se reunido no Salão Roosevelt da Casa Branca, junto com parlamentares, entre eles o ex-astronauta e atual senador Bill Nelson.

"É necessário um treinamento especial (para fazer parte da missão?) A falta de gravidade tem efeitos sobre o sono?", questionou o presidente, durante a vídeo chamada de quase 30 minutos, bombardeando de perguntas os dez astronautas na estação, em órbita a 350 km da Terra, acompanhados pelos tripulantes do Discovery.

Um curioso e entusiasmado Obama lhes perguntou sobre a vida no espaço e os duros requisitos necessários para enfrentar a vida na estação espacial, lembrando o filme "Os eleitos - onde o futuro começa", de 1983, sobre as origens do programa espacial americano.

"Fui informado que vocês estão viajando a cerca de 17.000 milhas por hora. Que bom que vocês podem usar um telefone que os deixa com as mãos livres", disse Obama.

"Senhor presidente, damos a volta ao planeta a cada 90 minutos. É emocionante, é muito rápido, e vemos 16 amanheceres e 16 entardeceres por dia", contou o comandante da ISS, Michael Fincke.

Na semana passada, os astronautas instalaram com sucesso a última série de painéis solares que vão permitir à estação contar, pela primeira vez, com suficiente energia para trabalhar em sua capacidade máxima. Algo que Obama considerou "realmente emocionante", já que seu governo quer desenvolver a energia solar e outras fontes de energia renovável.

Já os alunos quiseram saber o que precisam estudar para se tornarem astronautas e, talvez um dia, explorar o espaço.

"Ciências e Matemática é uma grande parte, mas temos médicos, geólogos, engenheiros e físicos no grupo conosco", respondeu o piloto Dominic Antonelli.

Os meninos também perguntaram sobre extraterrestres, a quantidade de estrelas no espaço e o que os astronautas comem quando estão em órbita.

"Na Estação Espacial Internacional, podemos olhar para baixo e ver nosso lindo Planeta Terra e também podemos olhar para cima e ver o restante do Universo", relatou o comandante Fincke.

"E podemos ver que há tantas estrelas por aí afora que é muito difícil contá-las. E podemos ver que nossa Terra é um planeta muito pequeno nesse Universo tão grande", acrescentou.

A missão do Discovery, que foi lançado em 15 de março, da Flórida, com uma tripulação de sete astronautas, é um dos últimos esforços para completar a construção da ISS, uma operação conjunta de 16 países.

A nave deve retornar para a Terra no próximo sábado, dia 28.

lal/tt/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.