Obama participa de almoço com Bush e ex-presidentes

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, participou nesta quarta-feira de um almoço na Casa Branca que contou com a presença do presidente George W. Bush e de três ex-presidentes americanos.

BBC Brasil |

Participaram do evento os ex-presidentes George H. W. Bush (pai do atual presidente e que governou entre 1989-93), Bill Clinton (1993-2001) e Jimmy Carter (1977-81).

Este foi o primeiro encontro do tipo desde 1981. Os ex-presidentes americanos costumam se reunir apenas em eventos como funerais importantes e cerimônias históricas.

Antes do almoço, o presidente eleito e George W. Bush tiveram um encontro privado de cerca de meia hora de duração no Salão Oval.

O evento serviu para que os ex-presidentes dessem conselhos a Obama, que toma posse no próximo dia 20.

"Todos os cavalheiros aqui entendem as pressões e as possibilidades deste cargo. A oportunidade de receber bons conselhos e o companheirismo desses indivíduos é extraordinária", disse Obama.

Segundo a Casa Branca, a idéia do encontro partiu de Obama e foi prontamente aceita pelo presidente Bush.

Trabalho antecipado
Mesmo antes da posse, Obama já está trabalhando para preparar seu mandato.

Nesta semana, ele começou um processo de discussões com líderes do Congresso sobre um pacote de estímulo econômico.

Ele também precisou defender a não oficialmente anunciada escolha de Leon Panetta, um ex-assessor de Clinton, para dirigir a CIA.

As notícias sobre a indicação de Panetta provocaram reclamações no Congresso e até mesmo o futuro vice-presidente, Joe Biden, afirmou que a equipe de Obama cometeu um "erro" ao não fazer mais consultas antes de escolhê-lo.

O anúncio oficial do nome do novo diretor da agência de inteligência deve ser feito ainda nesta semana.

Nesta quarta-feira, Obama ainda indicou a ex-funcionária do Tesouro Nancy Killefer para um novo cargo que vai fiscalizar os programas federais americanos.

Enquanto isso, segundo a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, Bush e a primeira-dama, Laura Bush, já começaram a "empacotar seus pertences" para deixar a residência oficial do presidente dos EUA.

"Eles não trouxeram muitas coisas. Não trouxeram muitos móveis para a Casa Branca. Então, o que eles têm são livros, roupas e algumas coisas que ganharam em suas viagens", afirmou a porta-voz.

Gaza
Em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, Barack Obama afirmou que vai "agir imediatamente" no Oriente Médio assim que assumir o cargo.

Desde o início da ofensiva israelense na Faixa de Gaza, Obama tem evitado se pronunciar sobre a crise.

Ele disse estar "profundamente preocupado" com a situação na Faixa de Gaza, mas afirmou que seria pouco prudente de sua parte enviar qualquer sinal de que seu governo já está administrando a política externa americana.

"Estou fazendo tudo o que eu posso para me certificar de que, no dia em que eu tomar posse, nós estaremos preparados para agir imediatamente para tentar chegar a um acordo sobre a situação", disse o presidente eleito.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG