Obama organiza um jantar de Páscoa judaica na Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu amigos, familiares e funcionários de seu governo na noite de quinta-feira para celebrar um Sêder de Pessach, o tradicional jantar da Páscoa judaica, algo que foi realizado pela primeira vez na Casa Branca.

AFP |

Uma foto difundida pela Casa Branca mostra Obama na cabeceira de uma longa mesa de 18 lugares, com a primeira-dama Michelle Obama e suas filhas Malia e Sasha.

Um assessor de Obama indicou que o jantar incluiu toda as tradições da jantar pascal.

Na mesa estavam presentes o matzá (pão ázimo), ervas amargas, ovos e verduras verdes, que são parte da simbologia do jantar que recorda a liberdade e o êxodo dos judeus do Egito há 3.000 anos, depois de quatro séculos de escravidão.

O jantar também teve a leitura do Hagadá, o livro religioso que recorda todos os anos aos judeus a luta pela liberdade. Segundo fontes da Casa Branca, essa é a primeira vez que um presidente americano realiza essa tradição religiosa.

O Pessach começou no entardecer de quarta-feira e dura oito dias, durante os quais os judeus se absteem de comer farinhas com leveduras em recordação aos poucos alimentos que puderam levar seus antepassados ao deixar o Egito, se acordo com a Bíblia.

Cerca de 2% da população americana é de origem judia.

O porta-voz da Casa Branca explicou que a idéia do Sêder nasceu durante a campanha eleitoral de 2008, quando Obama e sua equipe de campanha realizaram a cerimônia numsalão do Hotel de Harrisburg, Pensilvânia.

"Eu não fui, mas me contaram que, nesse evento, disseram: 'no ano que vem, vamos comemorá-lo na Casa Branca'. E aqui estamos", contou Robert Gibbs.

mdl-ok/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG