O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu amigos, familiares e funcionários de seu governo na noite de quinta-feira para celebrar um Sêder de Pessach, o tradicional jantar da Páscoa judaica, algo que foi realizado pela primeira vez na Casa Branca.

Uma foto difundida pela Casa Branca mostra Obama na cabeceira de uma longa mesa de 18 lugares, com a primeira-dama Michelle Obama e suas filhas Malia e Sasha.

Um assessor de Obama indicou que o jantar incluiu toda as tradições da jantar pascal.

Na mesa estavam presentes o matzá (pão ázimo), ervas amargas, ovos e verduras verdes, que são parte da simbologia do jantar que recorda a liberdade e o êxodo dos judeus do Egito há 3.000 anos, depois de quatro séculos de escravidão.

O jantar também teve a leitura do Hagadá, o livro religioso que recorda todos os anos aos judeus a luta pela liberdade. Segundo fontes da Casa Branca, essa é a primeira vez que um presidente americano realiza essa tradição religiosa.

O Pessach começou no entardecer de quarta-feira e dura oito dias, durante os quais os judeus se absteem de comer farinhas com leveduras em recordação aos poucos alimentos que puderam levar seus antepassados ao deixar o Egito, se acordo com a Bíblia.

Cerca de 2% da população americana é de origem judia.

O porta-voz da Casa Branca explicou que a idéia do Sêder nasceu durante a campanha eleitoral de 2008, quando Obama e sua equipe de campanha realizaram a cerimônia numsalão do Hotel de Harrisburg, Pensilvânia.

"Eu não fui, mas me contaram que, nesse evento, disseram: 'no ano que vem, vamos comemorá-lo na Casa Branca'. E aqui estamos", contou Robert Gibbs.

mdl-ok/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.