Obama ordena revisão dos procedimentos de segurança nos aviões

O presidente americano Barack Obama ordenou uma revisão dos procedimentos de segurança aplicados para identificar potenciais terroristas e impedir que subam com explosivos em aviões de passageiros, anunciou o porta-voz Robert Gibbs em entrevista ao canal ABC.

AFP |

"O presidente solicitou dois reexames dos procedimentos, que já têm vários anos", declarou Gibbs, dois depois da tentativa frustrada de atentado contra um avião da Northwest Airlines que fazia a viagem entre Amsterdã e Detroit.

"Se trata em primeiro lugar de nossos procedimentos de listas de vigilância", disse, a respeito da base de dados com 550.000 nomes e suas subdivisões, que classificam o grau de periculosidade dos potenciais suspeitos.

"Como podemos revisar os sistemas no futuro assegurando que nenhuma informação esteja bloqueada em alguma parte?", completou.

"Em segundo lugar, o presidente fez ao Departamento de Segurança Interna a pergunta muito concreta de saber como alguém com uma coisa tão perigosa como a 'pentrita' conseguiu subir em um avião em Amsterdã", acrescentou o porta-voz da Casa Branca.

Gibbs recordou que 4.000 pessoas estão proibidas de viajar aos Estados Unidos, e que outras 13.000 devem passar obrigatoriamente por controles reforçados.

Um alto funcionário do governo americano informou no sábado à AFP que Umar Faruk Abdulmutallab, indiciado pela tentativa de atentado no voo 253, não estava em nenhuma das duas listas.

cs/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG