Washington, 18 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ligou neste sábado para o chefe de Estado indonésio, Susilo Bambang Yudhoyono, para expressar apoio após os atentados contra dois hotéis de luxo americanos em Jacarta, que mataram pelo menos nove pessoas.

Reuters
Hotéis foram alvos de ataques
A Casa Branca informou hoje em comunicado que na conversa Obama ofereceu ao Governo indonésio apoio na investigação sobre os ataques.

Os dois líderes "reafirmaram a estreita colaboração entre EUA e Indonésia na luta contra o extremismo no Sudeste Asiático e no mundo todo".

Obama, por sua vez, ressaltou a realização de eleições na Indonésia no último dia 8, em que Yudhoyono foi reeleito, que segundo ele "lembraram ao mundo que o Islã, a democracia e a diversidade podem coexistir e prosperar".

O presidente americano expressou seu compromisso com a intensificação da colaboração com a Indonésia em uma série de áreas, incluindo "a promoção da democracia, a troca educativa e a mudança climática".

Jacarta confirmou hoje que o duplo atentado foi obra de uma facção radical desligada da Jemaah Islamiya, braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático.

Leia mais sobre Indonésia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.